Vamos conversar sobre clubes de assinatura?

Isabella Schmitt
25 de setembro de 2020

Cada vez mais populares e com serviços diversificados, os clubes de assinatura, vêm se tornando uma boa alternativa para a fidelização do cliente em um segmento específico e personalizado. Surgindo para suprir necessidades básicas do dia a dia, os clubes acabam sendo uma ótima saída para empresas expandirem seus lucros e sua base de clientes fixos.

Em 2018, a Associação Brasileira dos Clubes de Assinatura (ABCom) contabilizou 800 empresas atuando no ramo de clubes de assinatura no país. Só nos últimos quatro anos, no Brasil o segmento cresceu 167%, e com projeções prósperas mesmo diante de crises econômicas.

Reforçando:

Um clube de assinatura é um serviço de entrega de produtos ou serviços de modo recorrente. Com isso, o consumidor faz a assinatura, conforme os modelos que o seu negócio oferece.

Muito além dos modelos que temos disponíveis hoje, os clubes de assinatura tem sua origem nos modelos de assinatura de jornais, revistas, TV a cabo e por aí vai. O cliente assinava e pagava de forma continua para receber determinado produto na sua casa.

E como ele funciona?

Hoje em dia com uma infinidade de mercados a serem explorados, você pode criar clubes de assinatura para tudo. Desse modo você define o estilo da cobrança que pode ser: mensais, semestrais, anuais, enfim… do modo que se encaixa melhor no seu negócio.

Além disso, o cliente pode efetuar o pagamento por cartão de crédito, boleto bancário, débito em conta.

Um dos diferenciais atrativos nesse sistema é a possibilidade de suprir a necessidade em um segmento ou serviço de modo personalizado conforme o gosto da pessoa, além de, oferecer a praticidade da entrega em casa.

Mas, porque o seu negócio deve ter seu próprio clube?

A resposta é simples: vantagens para o seu cliente, mas ainda mais para você. Oferecer um clube pode ser tão benéfico para o seu negócio, quanto para quem vai ingressar nele. Veja algumas delas:

  • Fidelização do cliente;
  • Projeção estimada dos lucros vindos das assinaturas;
  • Controle de estoque.

Já deixamos claro o quanto esse mercado está em expansão e o quanto você deveria pensar a respeito sobre seu nicho também fazer parte dele. Mas muito mais do que sair criando logo já de cara, é importante ter algumas coisas em mente.

Quais as vantagens que o seu serviço irá trazer ao consumidor?

Como posso buscar melhorar a experiência do cliente?

→ Como posso incorporar isso ao meu negócio sem prejudicar meu orçamento?

→ Qual meu diferencial e segmento?

→ Vai ser um clube para assinatura mais regional ou nacional?

→ O que outras empresas estão fazendo neste mesmo segmento?

A partir dessas e outras questões, você pode começar a pensar sobre o seu próprio clube de assinatura. Como irá criar e desenvolvê-lo. Esse tipo de projeto precisa ser pensado com cuidado e com o pé no chão, para não comprometer seus lucros ou até mesmo seu investimento.

 Alguns exemplos para te inspirar nesse segmento.

Como mencionamos, a diversidade de segmentos é um dos pontos mais favoráveis para criação de clubes de assinatura. Afinal, praticamente qualquer negócio pode desenvolver seu segmento de vendas recorrentes. Trazendo facilidade para o cliente e expansão para o seu negócio.

Mas sabemos que criar algo novo ou ter aquela ideia genial pode ser mais complexa do que o imaginado, vamos citar alguns exemplos de clubes de assinatura disponíveis. Quem sabe algum deles não te ajudem a ter a sua ideia de negócio?

Evino: um dos primeiros no ramo de vinhos, além de contar com dois planos onde pode selecionar se quer duas ou quatro garrafas por mês.

Cachaçaria nacional: para os apreciadores de bebidas destiladas, outra opção é um clube de cachaça.

Live Up: para aqueles que buscam uma alimentação saudável, manter esse hábito nunca foi tão fácil.

Moca Club: com pouco mais de oito anos de mercado, esse clube é direcionado aos apreciadores de café.

Tag Livros: referência no segmento literário, a Tag proporciona muito mais que a entrega de um livro surpresa, mas sim, toda uma experiência literária.

Glambox: já bastante popular, esse clube é direcionado a produtos de beleza e oferece diversificação dos planos entre mensal, semestral ou até anual.

Adeus Rotina: entrando no segmento de produtos eróticos, o adeus rotina entrega de forma discreta produtos para todos os casais.

Box petiko: focado para o seu amigo pet, esse clube envia desde brinquedos a petiscos, entre outros produtos.

Esses são apenas alguns segmentos, mas existem inúmeras outras oportunidades de desenvolvimento no Brasil.

Após tudo isso, tenho certeza que você pode começar a pensar no assunto ou no mínimo a observar esse mercado com um novo olhar.